Arquitetura Sustentável: O Que É, Sua Importância + Exemplos!

Com uma pegada ecológica, a arquitetura sustentável é uma forma de criar projetos arquitetônicos que preservem a natureza. Por isso, é muito comum haver o uso de materiais reciclados, energia solar e estruturas próprias para cada construção. 

Portanto, a construção sustentável é um desafio possível, sendo muito mais do que uma tendência. Atualmente, esse modelo de obras é muito valorizado e utilizado em diversas edificações. 

Então, hoje vamos entender mais sobre essa solução para a sua obra que traz a responsabilidade ambiental como grande destaque.

O Que É a Arquitetura Sustentável?

Você pode ter uma ideia geral, mas é importante definir o conceito em torno desse tema. Está relacionado a projetos que buscam otimizar recursos naturais e diminuir os impactos ambientais que as obras e reformas causam. 

Ao contrário do que pode parecer, esses projetos não são novidade, já que surgiram nos anos de 1970. Assim, a arquitetura sustentável considera bem o clima e materiais da região das construções, percebendo como pode utilizar isso da melhor forma.

Uma das prioridades é usar recursos de origem natural, além de serem adquiridos de fornecedores que trabalhem de forma consciente. Os produtores locais também são valorizados, para evitar que o transporte vindo de longe cause mais emissão de CO2.

Na construção com responsabilidade socioambiental há uma grande preocupação com o melhor uso da água, sensores em torneiras, aquecedores ou placas solares. Logo, sempre traz formas de reaproveitar o que já está disponível.

Qual a Importância de Adotar Projetos Arquitetônicos Sustentáveis?

O Green Building Council (GBC) aponta o Brasil como o quarto país com mais construções sustentáveis. Então, estamos apenas atrás de países como os Estados Unidos, a China e os Emirados Árabes.

O interessante é que esse modelo de arquitetura não poupa apenas o meio ambiente. Ele vem trazendo mais qualidade de vida para os moradores e seus vizinhos, mostrando também um proveito social.

Diante deste cenário, a importância da arquitetura sustentável começa na preservação do meio ambiente e avança para o bem-estar da comunidade. Afinal, caso os recursos não forem poupados hoje, as gerações futuras sofrerão com esse prejuízo. 

Como o ciclo de vida da edificação também é considerado, há mais economia na manutenção e menos lixo, caso venha a ser demolido. Assim, há uma redução de custos na obra. Com isso, os edifícios ecológicos e casas ecologicamente corretas são escolhas que beneficiam todo o planeta. 

Quais São as Vantagens da Arquitetura Sustentável?

Uma das formas de aplicar esse conceito nas obras é usar a geração de energia solar. Ainda que os painéis tenham um custo inicial maior, com o passar do tempo a redução é de até 95% no gasto com luz. 

Já se você procura construir uma casa ou apartamento para alugar, nada melhor do que investir na pegada eco-friendly que tende a gerar uma grande valorização no imóvel. Logo, uma casa com painel solar pode valorizar em até 8%

Além disso, existem outros benefícios, confira! 

Preserva o Meio Ambiente

O setor de construção civil chega a gerar 80 milhões de toneladas por ano de resíduos, consome 75% dos recursos disponíveis na natureza e 20% de água, segundo o Conselho Brasileiro de Construção Sustentável. Por isso, reduzir esses impactos é fundamental. 

Arquitetura Mais Justa Socialmente

Pensar em arquitetura sustentável é uma forma de incentivar um equilíbrio social, favorecendo todos à volta da construção. Com isso, quando se usa apenas os recursos necessários, outras pessoas podem aproveitar também com o passar dos anos.

Traz Mais Bem-estar

As casas e apartamentos ecológicos trazem ainda benefícios para a saúde. Como eles reduzem a poluição, isso melhora a saúde física e mental dos moradores, além de seus vizinhos. Assim, a região inteira pode contar com um maior bem-estar. 

É Mais Eficiente

Esse tipo de edificação conta com mais eficiência nas instalações de água e de energia elétrica. Outra vantagem das construções amigas do meio ambiente é evitar o desperdício de materiais no dia a dia e durante a própria obra. 

É Um Investimento

Os imóveis sustentáveis apresentam um valor de mercado mais alto. Devido a essa valorização, a velocidade de venda também é maior comparando a casas e apartamentos comuns. Outro ponto interessante é que o custo para fazer manutenções é muito menor. 

São diversas vantagens que incentivam cada vez mais pessoas a fazerem essa escolha em suas obras. 

Agora, entenda o que uma construção precisa ter para ser considerada sustentável. 

O Que Um Projeto Precisa Para Ser Sustentável?

Para ser considerado sustentável, os materiais vindos de fornecedores do local ou que são reaproveitados estão em destaque. Esses projetos contam ainda com elementos que marcam o traço de sustentabilidade do projeto, veja quais são. 

Janelas e Claraboias

Essas áreas construídas com vidro ajudam a conseguir mais iluminação natural. Assim, ao integrar as janelas e claraboias inteligentes ao imóvel, a ideia é reduzir a necessidade do uso de eletricidade durante o dia. Banheiros, corredores e salas podem ter essa aposta. 

Compostagem

Esse procedimento converte resíduos orgânicos que seriam descartados em adubo. Logo, essa técnica é muito importante para manter uma horta em casa ou melhorar o solo durante a jardinagem. Fora isso, a prática reduz muito a produção mensal de lixo doméstico. 

Reutilização da Água E da Energia

A primeira otimização pode ser feita com sistemas que retêm água da chuva e direcionam para cisternas. Após isso, ela pode ser utilizada em locais que não exigem tratamento, como as descargas. Já para a energia, o grande destaque é o uso de painéis solares. 

Climatização

O piso vinílico apresenta potencial térmico que deixa o imóvel aquecido quando estiver frio, além de ficar mais fresco, caso esteja calor. Outros materiais indicados para a dissipação do calor e isolamento acústico são: garrafas PET e jornais. Já os telhados verdes conseguem reduzir a temperatura em prédios de laje.  

Veja também qual é o cenário no Brasil sobre o uso cada vez mais comum de projetos eco-friendly

Como As Construtoras Vêm Contribuindo Com a Arquitetura Sustentável no Brasil?

O jornal Estadão indica que as construtoras investem cada vez mais em arquitetura sustentável. Tanto a sociedade, compradores, como investidores estão cada vez mais atentos para seguir as políticas de sustentabilidade.

Dessa maneira, nada mais comum que os empreendimentos residenciais ou comerciais usem essa pegada de respeito socioambiental. 

Com imóveis que preservam e administram melhor os materiais, além de cuidar da natureza, as construções sustentáveis também são um excelente negócio ao pensar no bolso, no cotidiano e no crescimento do preço de venda dessas construções. 

Logo, é uma preocupação constante seguir os fundamentos das leis e normas que protegem o meio ambiente, além das boas práticas do uso de recursos naturais. Por isso, a Bridge Imóveis também investe nos projetos verdes. 

Exemplos de Arquitetura Sustentável nos Empreendimentos da Bridge

Em busca de empreendimentos sustentáveis, a Imobiliária Bridge conta com empreendimentos que cuidam da natureza. 

Com o conceito de arquitetura sustentável, projetos amigos do meio ambiente são mais procurados pelos clientes e também mais produzidos pelos arquitetos. Entre essas opções estão os exemplos a seguir.

Casa ampla com 210 m² no Centro, em Canoas, RS

Trazendo: 

  • 3 dormitórios,
  • cozinha americana, 
  • sala ampla, 
  • espaço gourmet e muito mais, 

Essa casa é auto sustentável oferecendo energia solar. 

Salas com 34,77 m2 em Praia de Belas, Porto Alegre, RS

Essa torre de consultórios e escritórios na Praia de Belas, um dos bairros nobres de Porto Alegre, apresenta uma infraestrutura moderna alinhada aos padrões de sustentabilidade. 

Apartamento com 100.84 m² em Petrópolis, Porto Alegre, RS

Um empreendimento inteligente, contemporâneo, econômico e sustentável, o Idea Bagé traz conforto e ótima localização para os seus moradores. 

Ao ver o uso da arquitetura sustentável na prática, fica fácil entender por que essas construções são tão requisitadas.

Conclusão

Ter uma casa verde não é apenas algo ideal, é completamente viável. Além de trazer vantagens para o planeta, também é uma forma de cuidar da própria saúde, da vizinhança e do futuro dos seus filhos ou netos. 

Fora isso, os princípios da arquitetura sustentável não precisam partir de uma obra totalmente nova. Você pode adaptar o seu imóvel seguindo os fundamentos que conheceu hoje. 

Dessa forma, a arquitetura sustentável mostra que é cada dia mais a opção para as construções da atualidade, mantendo o bem-estar e cuidando da natureza. Se você gostou desse artigo, entre em contato com nossos consultores e confira todas as alternativas de imóveis eco-friendly para você aproveitar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *