homem calculando e analisando maquete de casas com moedas: como avaliar um imovel

Como avaliar um imóvel? Dicas para saber o valor e definir preço

Você sabe como avaliar um imóvel

Essa atividade é uma especialidade de imobiliárias, mas alguns proprietários preferem fazer essa avaliação por conta própria.

É importante atribuir valor a um imóvel, seja para compra e venda ou aluguel, pois ao cobrar um valor justo, há mais chances de conseguir um inquilino ou comprador.

Alguns aspectos precisam ser levados em consideração ao avaliar um imóvel, e, por isso, desenvolvemos este artigo para te explicar melhor sobre o tema.

Acompanhe o texto e boa leitura!

O que significa avaliar um imóvel?

Para entender como avaliar um imóvel, é preciso saber o que é e como funciona esse processo. A avaliação de imóveis tem como principal objetivo entender as condições do espaço e então atribuir um valor, seja de aluguel ou venda.

Sendo assim, diversos fatores influenciam nesse quesito, a depender também da modalidade de comercialização do imóvel.

Por exemplo, caso o imóvel seja avaliado para aluguel, é preciso pontuar fatores como a condição do imóvel, isto é, se ele é novo ou mais antigo, entre outros quesitos.

Já em imóveis para venda, será preciso entender quais são os valores dos imóveis vizinhos.

De todo modo, a análise acaba sendo bastante parecida, embora seja variável por conta do tipo de comercialização.

Existem algumas situações em que é possível produzir um documento de verificação técnica, conhecido como Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica (PTAM).

Documentos como este servem para indicar e justificar quais são os fatores técnicos que influenciam o valor final de venda ou aluguel.

O que precisa para avaliar um imóvel?

mulher com tablet na mão analisando imóvel

Para avaliar um imóvel, é preciso se atentar às diversas condições internas e externas que envolvem o bem material.

O senso comum costuma levar em consideração pequenos pontos, sendo muitos deles sem embasamentos concretos.

Os proprietários podem, por exemplo, selecionar o valor do aluguel por conta de seu tamanho em metros quadrados, deixando assim de lado a localização em que ele se encontra.

Essa escolha, embora possa parecer justa para quem investiu no espaço, parece não ser bem recebida para inquilinos ou compradores.

Uma pesquisadora do Data Comms, Monise Estorani de Faria, constatou que proprietários que costumam atribuir valores injustos ao imóvel, acabam tendo uma redução de até 22% em sua renda anual.

Por outro lado, a mesma pesquisa concluiu que, quando a precificação é realizada de forma correta e justa, é possível que ocorra o aumento dos ganhos em até 37%.

Dentre as condições que precisam ser analisadas ao avaliar um imóvel, podemos destacar:

  • tamanho;
  • condição física;
  • localização;
  • vaga de garagem ou estacionamento;
  • índices do mercado imobiliário.

Como avaliar um imóvel?

É preciso analisar e entender alguns fatores no momento da avaliação. Abaixo, explicaremos melhor como atribuir um valor à um imóvel:

Qual a localização?

A localização do imóvel é fundamental na hora de definir qual é o preço de aluguel ou venda. 

Além de entender qual é a localização do imóvel em relação aos centros da cidade, é preciso ainda analisar a infraestrutura da região, que contempla saneamento básico, acesso à transporte público e outros aspectos de urbanização.

É preciso entender como funcionam as rodovias e o acesso para pedestres dentro do bairro em que o imóvel se encontra.

Questões como a segurança pública e a variedade de comércios no bairro também são fatores bastante determinantes.

Outro ponto importante é entender quais são os valores imobiliários praticados na região. Caso contrário, é bem provável que o seu cliente busque por qualquer outra opção mais em conta, em imóveis de estrutura bem semelhante ao seu.

Quais as condições do imóvel?

As condições do imóvel precisam ser também colocadas em análise. Primeiramente, considere se o imóvel é antigo ou novo.

Além disso, pense também nas condições em que ele se encontra. O imóvel foi reformado recentemente, ou o imóvel carece de reformas?

Isso é fundamental de ser analisado, pois, afinal, um imóvel para venda em condições ruins precisará ser reformado pelo novo proprietário, e, caso o valor esteja alto, a conta final pode não compensar para ele.

Imóveis para aluguel não costumam apresentar tanta necessidade de reforma, já que os inquilinos devem entender que não compensa reformar um espaço que pode não ser mais o seu lar daqui a algum tempo.

Entender que diversos pilares são analisados é essencial para que o valor estabelecido também favoreça o investimento do vendedor.

Qual o preço do m2 da região?

O preço do metro quadrado praticado na região precisa ser considerado. Para isso, existem alguns índices imobiliários importantes, como:

  • IPCA (Índice de Preço ao Consumidor Amplo);
  • IPC (Índice de Preços ao Consumidor);
  • IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado);
  • INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor);
  • IVAR (Índice de Variação de Aluguéis Residenciais);
  • IGP-DI (Índice Geral de Preços);
  • INCC (Índice Nacional de Custo da Construção).

Para entender o valor do metro quadrado em tal localidade também é possível buscar por fontes digitais confiáveis, como portais imobiliários de grande relevância.

Além disso, é possível consultar investidores da região.

A documentação está em dia?

É importante reiterar que a comercialização de imóveis deve acontecer em legalidade. Todos os documentos do imóvel precisam ser validados.

Os proprietários precisam estar quites com a Justiça, pois alguns compradores podem solicitar certidões negativas de protestos, ações cíveis e criminais, bem como fiscais, que envolvem o pagamento de tributos.

O cartório e registro é o local para consulta da matrícula atualizada, certidão de ônus e situação fiscal.

Consulte a opinião de um corretor

O corretor de imóveis é o profissional especialista no mercado imobiliário e, portanto, possui conhecimento técnico para avaliar um imóvel.

Sendo assim, para obter a melhor avaliação possível, conte com um corretor que é credenciado pelo CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis).

Para localizar um corretor da sua região, basta realizar uma pesquisa no site oficial do conselho regional.

Dicas extra: como avaliar o valor de um imóvel?

corretor de imóveis analisando documentos e o valor de um imóvel

Além dos tópicos abordados anteriormente, a avaliação do valor de um imóvel pode ter como base alguns pequenos detalhes.

Mesmo os imóveis localizados em uma mesma rua, ou até mesmo no mesmo edifício, podem ter valores diferentes.

Apartamentos em andares mais altos, por exemplo, costumam ser mais caros.

Em regiões mais frias, os apartamentos que ficam voltados ao norte também podem ser mais caros, logo que há uma maior incidência de luz solar.

Imóveis próximos também podem ter valores diferentes de acordo com a condição de um imóvel. Até mesmo um espaço menor, mas novo e reformado, pode ser mais caro do que um espaço maior, porém antigo e sem tratamento adequado.

A Bridge Imóveis é uma imobiliária localizada em Porto Alegre, conhecida por alugar e vender casas e apartamentos de luxo. 

Avalie o seu imóvel com a Bridge! Entre em contato com um dos nossos consultores. 

Conclusão

Para entender como avaliar um imóvel, é necessário considerar os quesitos que destacamos neste texto.

Atente-se à precificação justa, pois ela aumenta as chances de fechar vendas ou aluguéis.

Caso a busca da avaliação seja por causas judiciais, é possível contar com um corretor de imóveis especialista em avaliação imobiliária, que é autorizado a produzir o PTAM.

Se você gostou deste artigo, leia também: “Morar em Condomínio: Como é, quanto custa e vantagens”

Para mais conteúdos relevantes sobre mercado imobiliário em Porto Alegre, confira o nosso blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *